Mais de 90 mil pessoas sofrem com Dengue ou Chikungunya no Ceará

por | Destaques, Notícias, Regional

Quase 50 mil pessoas tiveram Dengue e cerca de 44 mil foram infectadas com Chikungunya no Ceará, só este ano, segundo o Ministério da Saúde.

No estado, 14 cidades estão com risco de infestação do mosquito e 32 em estado de alerta de surto de Dengue, Chikungunya e Zika, outra virose que o mosquito também transmite.

O quadro é alarmante e a população precisa fazer a sua parte. Por isso, a supervisora do Núcleo de Controle de Vetores do Ceará, Roberta de Paula, pede a população que continue combatendo o mosquito, individualmente ou em forma de mutirão.

“Precisamos contar muito com o apoio da população. O Ministério da Saúde vem trazendo a campanha da faxina na sexta. E não é uma faxina comum, é um olhar diferenciado. As pessoas precisam saber que o mosquito vai se abrigar em locais que muitas vezes a população não acha que tá. E assim, a gente pede que na sexta-feira tirar dez minutos e cuidar um pouco da sua casa para manter o nosso estado e o Brasil livre dessas doenças. Então assim, é uma coisa simples, mas que precisa do apoio de todo mundo. Então a gente tem que contar com a população, principalmente, porque o poder público não consegue resolver esse problema. Precisamos da população para atuar contra o mosquito.” disse a supervisora do Núcleo de Controle de Vetores do Ceará.

No Ceará, as cidades mais afetadas pela infestação do mosquito são Missão Velha, Mauriti e Capistrano.

No Nordeste, de acordo com o Ministério da Saúde, as caixas d’água, tanques e cisternas e os reservatórios domésticos improvisados são onde mais se encontram as larvas do mosquito. Por isso, a população deve ficar atenta a esse risco dentro das próprias casas.

Para o combate ao mosquito ser mais eficiente no estado, os municípios devem promover ações para a população entrar nessa luta. O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, destaca o papel das escolas e das empresas na promoção do combate ao transmissor.

“Vamos identificar focos, vamos mobilizar as escolas, motivar os alunos para que, ao fim de cada aula fazer a vistoria em casa. As empresas escalarem voluntários para eliminar os focos nas sedes das empresas. Depende de cada brasileiro fazer a sua parte.” Relatou o ministro Ricardo Barros.

Em todo o Nordeste, mais de 540 mil pessoas estão com Dengue ou Chikungunya. Diante deste quadro de infestação, não dá para contar com a sorte. As complicações decorrentes destas doenças podem marcar negativamente a vida de várias pessoas, inclusive levar à morte.

O Ministério da Saúde sugere que cada família dedique 15 por semana minutos para eliminar focos dentro de casa. Para saber mais, acesse: saude.gov.br/combateaedes.

loading...



Deixe seu comentário

Os comentários do site MonólitosPOST tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.