Polícia estoura boca de fumo e apreende dois menores em Quixeramobim

por | Destaques, Notícias, Polícia

quixeramobim-policia

Os menores e o homem foram encaminhados para a delegacia de Quixadá. (Foto: Polícia Militar)

A Polícia Militar conseguiu estourou um boca de fumo na cidade de Quixeramobim, no Sertão Central.

De acordo com a polícia, por volta das 16 horas deste domingo, 25, próximo a caixa d´água do Alto da Colina, no bairro Salviano Carlos, foram apreendidos dois menores e um homem de 26 anos.

quixeramobim-policia01

As drogas e o dinheiro apreendidos. (Foto: Polícia Militar)

Durante a abordagem foi encontrado 10 trouxas de cocaína, correspondente a 5 gramas, 18 trouxa de maconha, correspondente a 20 gramas e a quantia de R$ 311,50 (trezentos e onze reais e cinquenta centavos).

A droga e o dinheiro encontrava-se em posse dos dois menores que responderão por ato infracional. Já o homem deverá responder como usuário.

Os acusados foram entregues a delegacia de policia civil de Quixadá para serem adotadas as medidas cabíveis.




Comentários

Os comentários abaixo não representam a opinião do Monólitos Post; a responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. R$ 311,50 apreendido. Agora me diga que isso é um uso inteligente dos nossos impostos. Políticos roubam milhões, quadrilhas aqui mesmo no Sertão Central assaltam milhões também, e continuam. Ocorrem também outros assaltos a grandes empresas, e também execuções. Pois bem, me parece que o crime que mais é solucionado é o de tráfico de drogas. Mando os menores e o traficante (digamos de pequeno porte) para os institutos de correção e para a cadeia, ou seja, os mandam para a faculdade do crime, onde saírão com doutorado, prontos para crimes maiores, quiçá ser político um dia. E a mídia ainda aplaude. Veja só. Ainda usam o termo Buca de Fumo. Aí, aí

Deixe seu comentário

Os comentários do site MonólitosPOST tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.