Serviço de ônibus estão parados em Fortaleza, empresas ordenaram o recolhimento

por | Destaques, Notícias, Polícia

18009793_1325853564175352_184262499_n

Vários ônibus foram incendiados. (Foto: redes sociais)

Na tarde desta quarta-feira (19) cerca de doze ônibus foram incendiados em Fortaleza.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintro), as empresas deram ordem de recolhimento de todos os coletivos que operam na capital.

O Sindiônibus confirma a informação  de que o “serviço está parado” e que as autoridades “estão reunidas para entender o que deverá ser feito” nas próximas horas.

Segundo o diretor do Sintro, Geraldo Lucena, a orientação de recolhimento aos motoristas não partiu da instituição. Em nota, o Sindiônibus declara que está concentrando esforços para reestabelecer o serviço.

A empresa Transportes Urbanos Aliança informou que a frota foi totalmente recolhida. Não existe previsão de retorno das atividades. As empresas Santa Cecília e Dragão do Mar também ordenaram que 100% da frota fosse recolhida.

O Monólitos Post teve acesso a nota completa divulgada pelo Sindiônibus, que você pode conferir abaixo:

“O Sindiônibus repudia veementemente a prática criminosa que provocou o incêndio a doze ônibus e causou queimaduras em um motorista, nesta quarta-feira, dia 19. Desde 2014 até abril de 2017, foram incendiados 55 veículos.

Os trabalhadores do transporte e empresários do setor estão aterrorizados diante de tanta violência e da real e verdadeira ameaça à integridade física e à própria vida dos trabalhadores e dos usuários do transporte coletivo.

Diante desses fatos, estamos envidando esforços junto às autoridades do Estado para que possamos ter segurança para restabelecermos o serviço de transporte de passageiros com a total preservação da vida de trabalhadores, usuários e do patrimônio das empresas”.

loading...



Deixe seu comentário

Os comentários do site MonólitosPOST tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.