Estelionatário preso em Quixadá bancava “vida de ostentação” as custas do crime, afirma Delegado

por | Destaques, Notícias, Polícia

 

O Delegado Marcus Vinicius Damasceno, titular da Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá afirmou durante sua participação no Programa 970 graus pelo Sistema Monólitos de Comunicação, na última quarta-feira (17) que Rafael Ferreira Vieira, conhecido como “Rafael Galinha” e apontado como sendo o suposto chefe da quadrilha que aplicava golpes milionários no Ceará e em outros da federação como Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina, bancava sua vida luxuosa com dinheiro oriundo dos golpes aplicados pela quadrilha.

Segundo o Delegado, o acusado já teria feito inclusive viagens para o Uruguai, e feito voos de helicóptero bancado com dinheiro oriundo de práticas delituosas. O acusado costumava ainda bancar muitas festas para amigos e mulheres.

Além de “Rafael Galinha” foram presos ainda Rafael Rodrigues Pereira, conhecido como “Rafael Fuinga”, 23 anos e Marcos Antônio da Silva Júnior, também de 23 anos, estes presos dentro da Agência da Caixa Econômica Federal de Quixadá quando tentavam aplicar mais um golpe milionário.

Os três seguem presos e deverão ser autuados por estelionato e associação criminosa.

loading...



Deixe seu comentário

Os comentários do site MonólitosPOST tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.