Quixadá: Documento revela que gestão que estava afastada sob suspeita de corrupção deixou veículos sucateados

- por
  • Compartilhe:

O modo como a gestão, que havia sido afastada por suspeita de comandar esquema de corrupção e que reassumiu a Prefeitura Municipal de Quixadá, na última sexta-feira (23), administra tem deixado à população abismada. É que ao retomar a Chefia do Executivo, a administração petista tem usado as redes sociais para propagar informações que não condizem com a realidade, o que no Jornalismo é chamado de fake news.

Uma dessas fake news é a que trata dos veículos sucateados. A gestão petista tentou enganar a população ao dizer que a administração interina, comanda por João Paulo de Menezes Furtado, acabou com a frota do município em apenas 97 dias a frente do poder Executivo municipal.

O Monólitos Post teve acesso, com exclusividade, a um ofício datado de 29 de agosto de 2018, apenas 13 dias depois que o prefeito interino assumiu, que revela a preocupação do coordenador de transportes do município da época em que o gestor afastado por suspeita de corrupção comandava o executivo, José Walber Queiroz Pinheiro, com a situação de “alguns carros”. Ele solicitou providências “visando a não paralisação dos serviços de saúde, mais especificamente da estratégia de saúde da família”.

Esqueceram os militantes e aliados de Ilário Marques, que possivelmente são os propagadores das falsas notícias, que a TV Monólitos no dia 9 de outubro veiculou matéria sobre o assunto, informando que sua equipe compareceu até a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Seduma), em Quixadá, para mostrar como a gestão afastada por corrupção, a época, havia deixado a frota de veículos do município. “O cenário é de um verdadeiro cemitério de veículos”, dizia o texto que precedia a matéria televisiva.

A população de Quixadá demonstra que está antenada no que acontece nos bastidores e na politica quixadaense, repudiando as mentiras espalhadas pela gestão petista nas próprias postagens dos aliados do prefeito investigado. As pessoas sabem que Ilário, ao assumir a Prefeitura em janeiro de 2017, tratou os veículos do município assim como tratou toda a gestão: com descaso.

O secretário de Saúde da gestão interina, Luiz Neto, lamentou o fato e disse que as mentiras para favorecimento político só atrapalham o desenvolvimento de Quixadá. “Nós já imaginávamos que esse tipo de atitude fosse acontecer, é típico de quem faz politicagem, tentam ludibriar a população, que é a verdadeira prejudicada por essa imoralidade da propagação de notícias falsas. Mas, nós estamos tranquilos porque sabemos que os quixadaenses acompanham as notícias da nossa cidade e sabem que a gestão interina recebeu os carros sucateados, a imprensa já havia mostrado isso. Logo após a mídia mostrar como estavam os veículos, ainda no mês de outubro, 10 carros foram recuperados, o que a gestão que foi afastada e reassumiu não conseguiu fazer em quase 18 meses, nós fizemos em menos de dois, porque, como falei, foram recuperados ainda em outubro”, comentou.

Veja abaixo a reportagem da veiculada pela TV Monólitos no dia 9 de outubro.

 




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.