Idosa acusada de manter clínica clandestina de aborto é presa em Baturité

- por
  • Compartilhe:

Uma idosa de 80 anos de idade foi presa acusada de manter uma clínica clandestina de aborto na cidade de Baturité. O local funcionava em um prédio anexo há um restaurante há mais de 10 anos.

Segundo a polícia, as investigações que levaram à prisão da mulher, e autuação do marido dela por posse ilegal de armas, iniciaram há cerca de um mês e meio. A idosa chegou a admitir que realizou procedimentos abortivos no local no passado, mas negou que continuasse com a prática clandestina.

No local onde funcionava a clínica, foi apreendido um vasto material, além de duas armas de fogo. A suspeita foi presa e se encontra à disposição da Justiça. O marido dela, Francisco Valmir, de 73 anos, foi liberado após pagar fiança. (Com informações do G1/CE).




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.