TV Monólitos: Acometido com grave doença e sem ter o que comer, agricultor quixadaense se emociona e pede doações

- por
  • Compartilhe:

Todos os dias o Sistema Monólitos de Comunicação recebe dezenas de pedidos de ajuda de pessoas que necessitam de um remédio, uma consulta, um tratamento, ou até mesmo o mais básico, a alimentação.

Nos últimos dias, tomamos conhecimento da história do Carlos Augusto de 30 anos, residente com sua mãe no bairro São João, em Quixadá. O homem que teve Tuberculose, agora foi acometido com uma grave doença que afetado suas pernas, mãos e pés e necessita realizar tratamento em Fortaleza. Acontece que a família é bastante pobre e não tem com o que custear as despesas. Para se ter uma ideia da gravidade da situação, no dia em que a reportagem foi gravada, até as 16h, Carlos Augusto não tinha sequer se alimentado, por não ter o que comer. A residência em que a família mora, também teve o fornecimento de água e luz suspensos por falta de pagamentos.

O agricultor e sua mãe passam por um momento bastante delicado e estão necessitando de doações de cestas básicas, medicamentos e dinheiro para custear as passagens para Fortaleza para dar continuidade ao tratamento para amenizar os efeitos da doença que já não tem mais cura.

A equipe da TV Monólitos, através do quadro Solidarizando, foi até a casa de Carlos Augusto, residente na travessa Luiz Viana, nº 1977, próximo a Rua dos Cacimbões, mostrar a difícil situação que vem sendo enfrentada por Carlos Augusto e sua mãe. Assista abaixo a reportagem completa.

 

 




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.