TV Monólitos: Teto do “Colégio Municipal”, em Quixadá, ameaça desabar após coluna ser amarrada com arame e sustentada por madeira

- por
  • Compartilhe:

Recentemente uma tragédia comoveu todo o estado do Ceará: O desabamento do edifício Andrea, no último dia 15 de outubro, em Fortaleza. A tragédia matou nove pessoas e deixou outras sete feridas.

Em Quixadá, há um prédio em que alunos correm o risco de que ocorra o mesmo que aconteceu no Andrea. O prédio da escola Municipal Flávio Marcílio, no centro da cidade, tem um coluna que está amarrada com arames e sustentada por simples pedaço de madeira, material frágil para sustentação do prédio, o que tem causado medo em alunos e funcionários da escola.

Além do teto correr o risco de desabar, pessoas que moram na vizinhança temem que o muro da parte por trás do ginásio caia sobre suas casas, e constantemente parte do telhado da quadra desaba sobre os imóveis próximos. Os alunos reclamam, também, que algumas salas estão desativadas porque estão sem telhado. Ou seja, a situação da escola é deprimente e mostra como a educação é tratada pela gestão da Terra dos Monólitos.

A equipe da TV Monólitos mostra como está a situação da Escola Flávio Portela Marcílio. A situação do local pode fazer com que órgãos de fiscalização interdite o prédio para evitar que ocorra uma grande tragédia no maior município do Sertão Central.

Assista reportagem completa




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.