Após reunião com diretor do DNIT em Brasília, prefeito de Banabuiú consegue recuperação da BR-122 de Banabuiú a Quixadá

- por
  • Compartilhe:

A solução para o trecho da BR-122 que liga Banabuiú/Quixadá parece finalmente ter sido resolvida. O prefeito de Banabuiú, Edinho Nobre, esteve reunido em Brasília com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), General Santos Filho, e cobrou uma resposta para as inúmeras solicitações já protocoladas junto ao órgão. Atendendo ao gestor banabuiense, o DNIT se comprometeu a refazer todo o trecho.

O encontro aconteceu na tarde da última terça-feira (26), na presença do senador Cid Gomes, que teria solicitado a reunião com Santos Filho. Estiveram presentes também à reunião, o assessor do deputado federal Mauro Filho, Beto Moura, e a superintendente do DNIT no Ceará, Liris Silveira. “Atendendo ao pedido de todos os banabuienses, retornei a Brasília onde tive uma reunião pessoalmente com o diretor-geral do DNIT, o General Santos Filho (…). Levei a realidade sobre o trecho Banabuiú/Quixadá e cobrei a obra. O DNIT nos atendeu e se comprometeu em refazer o trecho o mais rápido possível”, disse Edinho.

Nas redes sociais, o prefeito disse que o órgão federal já está executando a recuperação de trechos alternados que, juntos, equivalem a sete quilômetros de via. Os outros 35 km deverão ser feitos a partir do momento que a superintendência no Ceará encaminhe o projeto à Brasília. “Agora resta à superintendência do DNIT no Estado, encaminhar o projeto para o órgão em Brasília, para que uma nova contrapartida de recursos seja liberada e todo o restante do trecho seja refeito”, pontuou.

“Honrei aos banabuienses que tanto imploram por essa obra, e por isso aqui estou representando cada um de minha terra. Agora, caberá ao DNIT seguir o compromisso firmado, e o Governo Federal poder também cumprir seu papel junto aos banabuienses”, disse Edinho, pontuando ainda que continuará “cobrando até que a solução seja aplicada”.

O trecho Banabuiú/Quixadá faz parte da BR-122, por isso é administrado pelo DNIT. Há tempos a estrada é alvo de dores de cabeça para quem faz o trajeto. Os buracos chegavam a tomar praticamente toda a vida. Edinho Nobre vinha articulando encontros e solicitações há mais de um ano e meio para que a estrada tivesse uma solução. “Sei do problema que é essa estrada, as pessoas cobram, mandam, mas ninguém antes foi atrás. Eu sim, respeitei aos meus conterrâneos, articulei o encontro e estive lá, fiz minha parte. Agora vou seguir acompanhando para cobrar o DNIT até que ela seja refeita”, afirmou o gestor.




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.