Como realizar o diagnóstico das velas de ignição de seu veículo?

- por
  • Compartilhe:

A vela de ignição é um item indispensável no automóveis pois é responsável por gerar a centelha (faísca elétrica), causando o bom desempenho do motor e baixo consumo de combustível. Este dispositivo se encaixa no motor de combustão interna e recebe uma voltagem de cerca de 30 mil Volts da bobina, por meio do rotor do distribuidor. Salta uma centelha na ponta e como está no interior da câmara de combustão, tal centelha provoca a explosão da mistura ar/combustível aspirada do carburador ou injeção eletrônica.

Existem diversos problemas que o motor pode apresentar e muitos podem ser resolvidos se você souber realizar o exame e diagnóstico do estado das velas. Ou seja, pela cor e aspecto deste acessório, é possível fazer um diagnóstico e verificar se seu motor está operando em perfeitas condições ou não.

Quando a vela apresenta coloração avermelhada, marrom ou amarela no bico isolador ou eletrodos, significa que há resíduos de impurezas, ou seja, o motor falha em altas rotações ou sobre cargas elevadas. Isto é causado devido as impurezas do combustível, que, ao não queimar totalmente, depositam-se na ponta das velas. Neste caso, é possível realizar uma limpeza e verificar se a vela está em boas condições para uso. Se não estiver, é recomendado a substituição da peça. Quando os resíduos são de chumbo, não há a possibilidade de limpá-la, é preciso realizar a troca imediata.

Quando a ponta da vela está escura, de cor preta ou marrom, significa que está coberta de resíduos de carvão e isto implica em dificuldade de partida e falha em marcha lenta. As causas de ocorrência são: ignição atrasada; filtro de ar obstruído; uso excessivo do afogador; vela de ignição em temperatura incorreta; ou baixa velocidade por longos períodos. Quando isto ocorre, é possível, na maioria dos casos, realizar a manutenção nos outros sistemas, pois quando regulados, irão funcionar corretamente e a vela também. Quando o problema é a temperatura ou caso haja as devidas regulagens e ainda não estiver em perfeito funcionamento, a vela deve ser trocada.

Caso o bico da vela esteja com a cor branca ou similares, com diversos grânulos na superfície, significa que o motor está perdendo desempenho em altas velocidades e subidas, devido a ponto de ignição adiantado; mistura de ar e combustível pobre; deficiência no resfriamento do motor; temperatura da vela muito elevada e aperto insuficiente da vela. Na maioria dos casos, é possível realizar a regulagem dos sistemas que estão influenciando o mau funcionamento, como o resfriamento, e substituição do combustível pobre por um de maior qualidade, porém quando se trata da temperatura da vela, significa que esta não tem como reparar, e é necessário realizar a troca da peça por uma nova.

Caso apareça algum problema relacionado a vela do seu veículo e você não conseguir fazer o diagnóstico ou chegar à conclusão de que é necessário trocar a peça, procure um centro automotivo de confiança, com mecânicos capacitados. Lá, o mecânico poderá fazer a substituição, com peças que podem ser adquiridas na Loja Online topautopecas.pt ou lojas físicas. Outro ponto importante: a não ser que você possua os conhecimentos necessários para realizar reparos e substituições, não mexa em nada do seu veículo por conta própria.




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.