Professores de Banabuiú terão salário reajustado conforme o Piso Nacional independente da formação que possuem

- por
  • Compartilhe:

Vários municípios do interior do estado tiveram a volta às aulas nesta semana, marcada pela boa notícia do reajuste salarial dos professores. Em Banabuiú, no Sertão Central, o comunicado do aumento nos ganhos mensais foi ainda mais comemorada: a gestão do Município decidiu que todos os professores terão o aumento de 12,84%, valor de acordo com o Piso Nacional, sem levar em conta a formação que possuem.

A notícia foi dada aos professores pelo prefeito do Município, Edinho Nobre, durante a Jornada Pedagógica, evento que antecedeu a volta às aulas. “Garantimos em um sinal de nossa permanente valorização a esse profissional, o aumento de 12,84% no salário de todos os professores, independente da formação que tenham. Uma política de valorização nossa que já se cumpre há quatro anos”, disse Edinho Nobre.

A Lei do Piso Nacional garante que apenas os profissionais de ensino com o menor grau de formação, tenham o Piso concedido. Professores que possuem especialização, mestrado ou doutorado, podem ganhar aumentos em quantia inferior ao do teto estabelecido pelo Piso. Em anos anteriores, essa situação já tinha foi constatada em Banabuiú: professores com formação diferente daqueles que tenham apenas a menor titularidade chegaram a ganhar menos do que o Piso Nacional.

Embora visto como algo comum, a extensão do valor do Piso a todos os professores gera um impacto na fazenda pública municipal. Por isso, iniciativas como a de Banabuiú são destaque, já que em algumas cidades, nem todos vão receber o reajuste conforme o Piso. Em Fortaleza, por exemplo, somente na última quinta (6), após paralisação, os profissionais tiveram o reajuste garantido. A Prefeitura queria pagar o aumento dividido em duas vezes, mas a classe recusou a proposta. Em Quixadá, maior cidade da região, a prefeitura ainda não divulgou se a categoria terá reajuste. Em outros estados, a situação é ainda pior, o que evidencia o feito em Banabuiú: Guanambi, cidade do sudoeste da Bahia, há três anos sequer reajusta o valor do Piso aos professores.

A secretária de educação do município, Imaculada Conceição Silveira, completou o argumento do gestor. “Esse é um passo muito importante nessa luta que é a educação. Temos trabalhado sempre para que mais mudanças ocorram, de modo a contemplar o trabalho, o esforço e o profissionalismo do professor, e que isso possa otimizar uma mudança no rumo de vida de jovens e crianças nas nossas salas de aula”, disse Imaculada.




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.