Dois cães são resgatados pelos Bombeiros após incêndio em fábrica de lingerie no interior do Ceará

- por
  • Compartilhe:

Bobby e Barbie foram resgatados em meio ao incêndio (Foto: Divulgação/CBCE)

Na tarde desta segunda-feira (11), por volta das 13h, os Bombeiros Militares debelam incêndio que atingiu fábrica de roupas íntimas, na Avenida Cazuzinha Marquês, no Centro de Acopiara, interior do Ceará, e, dois cães foram resgatados do local, o Bobby e a Barbie. Os bombeiros de Iguatu contaram com apoio da Polícia Militar de Acopiara, que realizou isolamento e segurança do local, facilitando o trabalho da guarnição. Não houve feridos.

De acordo com o Tenente-Coronel Nijair Araújo, “O fogo foi debelado e o rescaldo concluído por volta das 16 horas, foi necessário a utilização de 10 mil litros, as chamas atingiu 12 máquinas de costura e um depósito de tecidos durante o incêndio” declarou o Comandante do 4º Batalhão de Bombeiro Militar, situado em Iguatu.

Segundo o Subtenente Cheyne Moreira, “o fogo começou na parte inferior e, logo em seguida, se propagou para a parte superior. O prédio é de dois andares e na parte de baixo funcionava uma loja que vendia as lingeries fabricadas no andar de cima, o fogo foi contido e não se alastrou para  os imóveis vizinhos”, informou o Comandante do Socorro.

A fábrica dispunha de muitos materiais de fácil combustão, o que fez com que as chamas aumentassem rapidamente. A proprietária do estabelecimento informou que deixou máquinas de costura ligadas, que acabaram aquecendo e provocando o incêndio. As causas do sinistro ainda não foram determinadas e só serão conhecidas após perícia feita pela Polícia Civil no local. Os bombeiros emitirão relatório de ocorrência para auxiliar nas investigações.

Por segurança, se faz necessário uma análise para se determinar se a edificação após o sinistro tem condições de segurança e não ficou comprometida estruturalmente.

 




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.