EXCLUSIVO: Com medo de morrer, testemunha depõe à policia em sigilo sobre o homicídio de “Wagner do Marcondes”

- por
  • Compartilhe:

Após o Monólitos Post divulgar, no dia 24 de março, uma matéria revelando o “Consórcio do Crime”, ou seja, que empresários e políticos pagaram R$ 40 mil reais para assassinar Wagner Bezerra Rodrigues, conhecido como “Wagner do Marcondes”, agora o site mostra um novo fato sobre crime que demonstra a periculosidade dos integrantes do “consórcio”.

Uma testemunha prestou depoimento a Polícia Civil do Estado do Ceará, mas devido a gravidades das declarações, foi mantida em sigilo com medo de ser a próxima vítima. De acordo com o depoimento, a pessoa revela informações importante anteriores ao homicídio que ligam os acusados a “Wagner do Marcondes”, deixando claro que eles chegaram a manter relações próximas.

Em um trecho do depoimento, a testemunha cita vários desentendimentos entre a vítima e alguns dos acusados de participação do consórcio. Além de confusões com políticos, o depoimento revela uma desavença com um empresário participante acusado de envolvimento no assassinato. “QUE, também ouviu falar que WAGNER quase chegou as vias de fato com …”, relatou a testemunha a Polícia Civil.

Nos próximos dias, o Monólitos Post deverá publicar novas informações sobre o assassinato de “Wagner do Marcondes”, um crime em que a família espera justiça há vários anos.




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.