Vereador de Quixadá que estudou o novo coronavírus é contra atendimento de urgência e emergência para crianças na maternidade

- por
  • Compartilhe:

O retorno do atendimento de urgência e emergência a crianças de zero a 12 anos no Hospital e Maternidade Jesus, Maria e José (HMJMJ), um serviço essencial e que da segurança a pais e mães de crianças que buscam este tipo de serviço na saúde pública do município de Quixadá foi considerado pela ampla maioria da população como uma conquista que se deve ter, mesmo não querendo que seu ente passe por momentos difíceis. No entanto, a Terra dos Monólitos, pela política acirrada, tem políticos que são contra benefícios como este. Anunciado pela Prefeitura de Quixadá, na última semana, o atendimento de urgência e emergência no HMJMJ foi visto pela oposição como algo conturbado, diferente dos quixadaenses que esperavam por este serviço há um bom tempo, já que havia sido interrompido na gestão anterior.

O vereador Welington Xavier, conhecido pelo apelido de Ci, desde que a atual gestão planejava garantir este atendimento, tem buscado distorcer as informações para deixar a população confusa, por isto a palavra conturbado foi usada no final do primeiro parágrafo. O vereador, que tem se destacado na Câmara Municipal pelo discurso contraditório e por ter sido um dos “cientistas” que estudou, em um hotel de luxo, o novo coronavírus antes mesmo ter chegado ao Brasil, de acordo com o que ele mesmo disse. O parlamentar tem dito nas redes sociais que para que a criança tenha direito ao atendimento anunciado pela gestão municipal, no HMJMJ, deverá ter o encaminhamento medico de uma das unidades de saúde do município. Mas, o Monólitos Post apurou que as declarações de CI não têm fundamentos.

Os atendimentos de urgência e emergência, como o nome já diz, devem ser realizados de imediato, sem que um médico precise de um encaminhamento de outro para fazer o atendimento. Na saúde, este é um procedimento rotineiro. A atitude do vereador fez com que centenas de pessoas se manifestassem contra suas declarações. Vários são os relatos de mães quixadaenses que levaram seus filhos até o HMJMJ informando que suas crianças foram atendidas sem precisar de encaminhamento médico.

A Prefeitura de Quixadá informou, junto com o comunicado de retorno dos serviços de urgência e emergência no HMJMJ para crianças de zero a 12 anos, que as consultas eletivas devem ser realizadas nas unidades básicas de saúde de cada bairro, ou seja, uma criança que está com sintomas de gripe, deve ser consultada nos postos de saúde do local onde moram.

Ainda sobre o vereador Ci, muitos esperam que, já que ele não conseguiu usar seus conhecimentos de “cientistas” para ajudar no combate ao novo coronavírus, fique pelo menos calado em relação há alguns assuntos que ele não tem o mínimo de conhecimento, uma vez que as eleições já se passaram. Ele não precisa mais usar as redes sociais como se estivesse no palanque. Agora, é fazer o papel de parlamentar que é o de ajudar a população e o município, ao invés do que vem fazendo, que é o de desserviço aos quixadaenses.




Comentários

Os comentários abaixo não representam a opinião do Monólitos Post; a responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. Quê este cientista, de meia tigela, tem haver com atendimento em hospital? Ele foi eleito para vereador.

Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.