Ceará reduz intervalo da dose de reforço para quatro meses em maiores de 18 anos

- por
  • Compartilhe:

Visando combater um possível novo crescimento no número de casos e evitar uma nova onda de infecções em decorrência da variante Ômicron que já tem casos confirmados no Brasil, o estado do Ceará decidiu reduzir para quatro meses o prazo para aplicação da dose de reforço em maiores de 18 anos. Anteriormente o prazo já havia sido reduzido pelo Ministério da Saúde de seis para cinco meses. A decisão de reduzir novamente o prazo no estado, foi tomada pela Comissão Intergestores Bipartite do Ceará (CIB-CE).

“Informo aos cearenses que, por decisão da Comissão Intergestores Bipartite do Ceará (CIB-CE), que reúne gestores da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) e das secretarias municipais, o intervalo de aplicação da 3ª dose da população acima de 18 anos foi reduzido para quatro meses em todo o estado”, anunciou o Governador do estado, Camilo Santana através de suas redes sociais.

A redução na aplicação da dose de reforço deve acelerar no estado do Ceará conforme a chegada de novas doses. Em relação a Quixadá, atualmente já estão sendo aplicadas doses de reforço em pessoas a partir de 65 anos de idade.




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.