Homem acusado de deixar jumento por várias horas no sol com fome e sede é preso no interior do Ceará

- por
  • Compartilhe:

A Polícia Militar prendeu, nessa segunda-feira (7), um homem suspeito de crime ambiental por maus-tratos a um animal. O flagrante aconteceu na cidade de Juazeiro do Norte, após denúncias de que um jumento estaria amarrado e exposto ao sol por várias horas, no Centro da cidade.

Uma equipe de policiais militares foi acionada, no início da tarde dessa segunda-feira, via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), acerca de uma denúncia de que havia um jumento preso a uma carroça e amarrado a um poste de iluminação pública no Centro da cidade. O animal estaria sem água e sem comida, desde às 7 horas da manhã.

De imediato, a equipe se deslocou ao local e presenciou a situação de maus-tratos. O responsável pelo animal, um homem de 44 anos, com passagem por furto, esteve no local e de lá foi conduzido para a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE). Ele foi autuado em um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) baseado no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais por praticar ato de maus-tratos ao animal. O jumento foi recolhido para o Centro de Zoonoses do município.




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.