Nada é suficientemente ruim que não possa melhorar. Mas depende?

por | Notícias, Política

Nem pensar e muito menos imaginar em ser ave de agouro. “NÃO SOU DAQUELES DO QUANTO PIOR MELHOR”. Mais a situação retratada por boa parte do nosso povo, traz uma grande reflexão que vai ao encontro de como o próprio prefeito se define: inexperiente.

Mais o que é ser inexperiente: para que você possa ter uma noção exata do significado, sugiro folheares as páginas de um bom dicionário.

É impressionante como o povo se comporta diante das situações políticas que são impressas na sociedade quixadaense. Eu costumo me lembrar de cada detalhe que os políticos conseguem inculcar no cérebro dos indivíduos.

Dr. Rômulo, no auge da campanha eleitoral, nos palanques, impressionava com sua vontade de fazer com que os quixadaenses fossem abastecidos de boas informações que os levassem a pensar, e assim escolher caminhos melhores para sua cidade.

A gente viu a vontade do povo em querer colocar no poder aqueles que colocariam as pessoas em primeiro lugar! Pra nossa surpresa, após 13 meses de administração isso não está acontecendo!

E agora estamos vendo um novo comportamento desse mesmo povo, que preferiam que Quixadá fosse de todos nós, e não apenas de uma pequena parte! Sinto-me de luto, assim como a grande maioria do nosso povo…

Mas quero trazer a lume que a culpa é nossa, fomos nós que escolhemos ,e se quem foi escolhido não está correspondendo,saiamos às ruas, mostremos nossa indignação e cobremos aquilo que é nosso de direito! É impressionante como o povo se comporta diante de situações políticas na nossa cidade!

Quando nos deparamos com vereadores que dão sustentação ao executivo, reclamarem constantemente da falta de atenção para com eles próprios (edis), imaginemos o tratamento dispensado ao povo.

Na campanha passada eu ouvi por muitas vezes um bonito lema “As pessoas em primeiro lugar”, muitos reclamam porque entenderam que o lema era “O POVO em primeiro lugar”, é um pequeno detalhe. Porém ele não disse quem eram essas tais “pessoas”. Poderia ser o povo? Sim. Como também poderiam ser as pessoas do círculo de amizade dele e do ex-prefeito Ilário que teve o privilégio de nomear ou determinar a permanência de boa parte de pessoas de sua inteira e total confiança.

De fato mesmo só sabemos que com o seu discurso simplista, que revela sua imaturidade política, Dr. Rômulo afirmou que nada fez por várias razões: inexperiência; estava viajando atrás de recursos e queda vertiginosa do FPM.

Como eu frisei no topo na matéria não sou daqueles do quanto pior melhor, afinal, como muitos quixadaenses, também torço para que as coisas dêem certas e o nosso querido prefeito consiga se soltar das amarras do acordo político, que não teve a anuência do povo e que tanto o prejudica e o enfraquece politicamente.

Detalhe prefeito: se o senhor estiver com o povo o povo estará com você. Caso contrario, sofrerá as conseqüências, quem sabe nestas próximas eleições.

SIGA-NOS NO TWITTER

loading...



Comentários

Os comentários abaixo não representam a opinião do Monólitos Post; a responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. Gostaria de parabenizar o radialista Herley Nunes.
    Você disse tudo nessa matéria, eu fui um dos que acreditava que o povo seria todos nós quixadaesnses, e não o ex-prefeito Ilário Marques.
    Hoje não acredito mais que o Rômulo deixe de ser capacho do Ilário.

Deixe seu comentário

Os comentários do site MonólitosPOST tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.