Senadores e Deputados: Saiba quem teve os melhores e piores resultados no Ceará

por | Destaques, Notícias, Política

Faltando apenas 240 dias para o pleito eleitoral, é importante que nós, o povo, nos mantenhamos atentos a todo tipo de informação que possa nos auxiliar na hora de decidirmos a quem iremos confiar o nosso voto. Nesse sentido, existem algumas ONG’s que se dedicam a acompanhar o mandato dos políticos eleitos e a fazer a compilação de dados, visando gerar informações úteis aos eleitores.

Um exemplo dessas entidades bastante conhecida da população é o Ranking dos Políticos, o qual faz a classificação de senadores e deputados federais, atribuindo a cada um deles uma pontuação que se baseia, entre outros critérios, nos gastos usando dinheiro público, na assiduidade aos trabalhos legislativos, na fidelidade partidária, na existência de processos judiciais. O ranking analisa, ainda, a qualidade das leis propostas pelos parlamentares, sendo esse critério avaliado por um conselho multiprofissional do grupo. Todas as informações usadas para as pontuações se baseiam em fontes oficiais e veículos midiáticos de primeira linha.

É interessante pontuar que não é somente a população que espera ansiosa o lançamento do ranking, os parlamentares também ficam atentos aguardando os seus resultados. Aqueles que alcançam boa pontuação ficam felizes e ganham um “algo a mais” para apresentar aos eleitores de seus estados. Já aqueles que obtêm pontuações negativas  recebem o peso do constrangimento público e a difícil tarefa de explicar ao povo as razões para não ter feito um trabalho digno e sério no exercício do mandato que o povo lhes confiou.

Por considerar que esse tema é pertinente para o momento político que estamos vivendo, resolvi dedicar um pouco do meu tempo para divulgar aos leitores do Monólitos Post os resultados do ranking relativos aos senadores e deputados federais do Ceará ao longo de seus mandatos e, a partir daí, traçar alguns breves comentários a respeito da situação.

Não podemos negar que os resultados do ranking trazem algumas surpresas, positivas para uns e negativas para outros. No âmbito do Senado Federal , é novidade que o Senador José Pimentel (PT/CE) esteja ocupando uma pontuação de -36 pontos. Isso evidencia uma redução drástica na atuação do parlamentar em relação a mandatos anteriores. Vale lembrar que Pimentel chegou, inclusive, a ser o líder do Governo Dilma no Congresso. Em termos gerais, Pimentel foi ministro da Previdência Social no Governo Lula e possui uma longa experiência como deputado federal. Os quixadaenses o conhecem de perto, pois sempre foi aliado da família Marques, do PT, tendo no Sertão Central uma base eleitoral considerável ao longo de suas campanhas.

Os senadores Eunício Oliveira (MDB/CE) e Tasso Jereissati (PSDB/CE) ocupam resultados próximos, contando com 337 e 346 pontos respectivamente. O fato de Eunício ser o atual presidente do Senado e de Tasso ocupar a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) contribui para que ambos tenham uma boa pontuação. Ambos possuem uma relação harmoniosa com o Planalto, o que favorece a obtenção de emendas e a aprovação de projetos que surtam efeitos positivos em relação ao País. A Lei da Vaquejada, a Lei Eunício Oliveira – que dispensa dívidas agrícolas de pequenos produtores rurais nos bancos públicos em períodos de estiagem, propostas na área de Segurança Pública e da Economia são exemplos de ações dos senadores ao longo de suas vidas parlamentares. No que diz respeito às experiências, Eunício foi Ministro das Comunicações de Lula e deputado federal por diversas vezes. Tasso, por sua vez, foi governador do Ceará por 3 vezes e ocupa o segundo mandato como senador da república. Ambos possuem uma relação próxima de Quixadá, especialmente por meio de suas relações políticas e de amizade com a família Silveira, do MDB, e de Dom Adélio Tomasim.

Quando analisamos o desempenho dos deputados federais cearenses, a situação se torna um pouco mais delicada, pois os parlamentares que compõem o grupo político do governador Camilo Santana (PT) não estão conseguindo alcançar um bom desempenho. Isso prejudicará, inclusive, o discurso do governador de que possui um grupo forte para disputar a reeleição.

Uma das maiores decepções é o resultado pífio da ex-prefeita de Fortaleza, deputada Luizianne Lins (PT), a qual ficou com – 306 pontos, ocupando a última colocação. A parlamentar vem sendo cotada por muitos petistas para uma disputa interna com o governador Camilo Santana pela candidatura ao governo do estado. Vale ressaltar que Luiziane não conseguiu eleger seu sucessor à prefeitura, em 2012, apesar do discurso que mantinha de que a sucessão poderia ser dada como certa. Luizianne tentou retornar ao comando do município em 2016, obtendo uma nova derrota eleitoral.

Em total sintonia com a ex-prefeita, os deputados José Guimarães e José Airton Cirilo, ambos do PT, vêm amargando a mesma pontuação negativa. Guimarães obteve -217 pontos. Possivelmente, o baixo desempenho do deputado nos últimos tempos esteja relacionado à saída de Dilma do Planalto, pois o mesmo era líder de seu governo na Câmara Federal e considerado o “braço forte” da presidente no Congresso. Ele se tornou nacionalmente conhecido por meio do seu suposto envolvimento no esquema do Mensalão. Já José Airton, alcançou -200 pontos. É considerado um parlamentar que possui menor expressão política, porém vem conseguindo consecutivas reeleições para a Câmara. Disputou o governo do Ceará em 1998 e 2002, sendo derrotado nas duas vezes. Foi Diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres do governo Lula.

Nesta etapa final, gostaria de comentar o desempenho de três deputados que acredito serem de interesse da população do Sertão Central, especialmente, de Quixadá por terem obtido expressivas votações na última eleição geral. O primeiro é Danilo Forte (DEM/CE) que obteve 161 pontos, ficando no 8º lugar, podendo ser considerada uma boa pontuação. O democrata ocupou posições de destaque na Câmara dos Deputados, por exemplo, na relatoria do Orçamento Geral da União. O político é ligado ao grupo de Dom Adélio e Zé Nilson (PSDB), foi atuante na campanha que elegeu João Hudson (PRB) prefeito de Quixadá.

O segundo deputado é Cabo Sabino (PR/CE) que obteve 305 pontos, ficando em 6º lugar.  A campanha de Sabino foi impulsionada no município, principalmente, por policiais e seus familiares e, em âmbito estadual, teve uma frutífera aliança com o deputado estadual Capitão Wagner (PR). Essa situação levou o parlamentar a ter uma votação expressiva em Quixadá.

O último a analisarmos é o deputado Odorico Monteiro (PSB/CE) que obteve -135 pontos, ficando na 21ª colocação. Odorico é bastante conhecido do povo de Quixadá. Foi secretário da saúde na administração de Ilário Marques, também ocupou o mesmo cargo na prefeitura de Fortaleza na gestão de Luizianne Lins, coordenou uma das coordenadorias do Ministério da Saúde no Governo Rousseff. A notável trajetória do parlamentar não conseguiu refletir no seu desempenho como deputado federal. Para se ter uma ideia, Monteiro obteve -95 no quesito Qualidade Legislativa. Na última eleição, o petista foi o deputado federal de maior votação no município de Quixadá, numa campanha capitaneada pelo grupo de Ilário Marques. Para o próximo pleito, caso a aliança se repita, será um desafio para os ilaristas apresentarem uma explicação satisfatória aos quixadaenses.

 


                                                                            Por Gerlyson Girão

Bacharel em Administração e servidor público do Poder Executivo Federal, lotado na Universidade Federal do Ceará – Campus Quixadá. Atualmente, é estudante de Gestão Pública e realiza pesquisas na área de Economia, Gestão e Política. É pesquisador de políticas públicas para área rural, tendo trabalhos publicados sobre a avaliação do PRONAF e produtividade agropecuária.



Comentários

Os comentários abaixo não representam a opinião do Monólitos Post; a responsabilidade é do autor da mensagem.
  1. Dá até vontade de vomitar com essa sua matéria! Vocês puxam mesmo o saco desses ladrões, também estão comendo junto. Bando de bajuladores…

Deixe seu comentário

Os comentários do site MonólitosPOST tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.