Ceará torna-se um dos 22 estados brasileiros livres da febre aftosa sem vacinação

- por
  • Compartilhe:

Grande conquista para os produtores cearenses. O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) publicou, no Diário Oficial da União (DOU), portaria que reconhece, nacionalmente, o Ceará como um dos 22 estados brasileiros livres de febre aftosa sem vacinação. Na última terça-feira (30), o governador Elmano de Freitas já havia anunciado que o estado tinha conseguido alcançar a meta de comercialização e distribuição de vacinas suficiente para conquistar esse status, em live nas redes sociais.

A partir de agora, o Ceará fica livre da necessidade de vacinar anualmente o seu rebanho de bovinos e bubalinos e não precisará mais de campanhas de vacinação. Os produtores, por sua vez, deixam de ter a obrigação de comprar vacinas e declarar a imunização dos animais. Isso tudo graças ao trabalho em conjunto entre o Governo do Ceará, municípios, secretarias, sindicatos rurais e instituições do setor.

“Essa é uma grande conquista para os produtores cearenses. É resultado de um grande trabalho em conjunto com os Municípios, secretarias e entidades. A participação de todos contribuiu para uma mudança histórica em nossa pecuária. Será a última vez que vacinaremos o nosso rebanho contra a febre aftosa”, destacou Elmano de Freitas, em suas redes sociais. O chefe do Executivo Estadual também agradeceu a todos os servidores da Adagri, demais órgãos do Governo do Estado e parceiros pelo empenho nessa luta.

Mesmo com o status conquistado, os produtores que já vacinaram seus animais precisam declarar a vacinação até o próximo dia 15 de maio, para que o estado do Ceará atinja a meta mínima de 90% do rebanho vacinado estipulado pelo Mapa e continue o processo de reconhecimento internacional do status de livre de febre aftosa sem vacinação junto a Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA).

A declaração de vacinação deve ser feita de forma virtual por meio do site da Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri) ou de forma presencial em um dos 40 escritórios locais da Agência ou dos órgãos parceiros.

Ao todo, o Ceará conta com um rebanho de quase 2,8 milhões de cabeças de gado e búfalos. Para atingir a meta da campanha, promovida pela Adagri, tem sido importante o empenho intenso nos últimos 15 dias de servidores trabalhando aos fins de semana, para que a meta fosse cumprida até a sua data limite, na última terça-feira (30).

São parceiros da Campanha: Mapa, Superintendência Federal de Agricultura (SFA/CE), Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Ceará (SDE), Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Ceará (SDA), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec/Senar), Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece), Associação dos Municípios e Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece) e secretarias de Agricultura municipais.




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.