Chefe de grupo criminoso no Piauí teria se mudado para Quixadá para fugir da polícia

- por
  • Compartilhe:

Uma ofensiva da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), com apoio da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e da Polícia Civil do Estado do Piauí (PCPI), resultou na prisão de um homem, de 48 anos, suspeito de um crime de homicídio e integrar um grupo criminoso com atuação no Piauí. A captura ocorreu, nessa quinta-feira (16), no município de Quixadá.

Os policiais civis da Delegacia Regional de Quixadá receberam, por volta das 11 horas, informações da PCPI de que um suspeito de homicídio doloso, registrado na cidade de São Raimundo Nonato (PI), estava escondido em uma residência situada no bairro Planalto Jerusalém, em Quixadá, no Ceará. Investigações apontam que o investigado seria um dos chefes de um grupo criminoso com atuação no Estado vizinho.

Ainda de acordo com levantamentos policiais, ele teria se mudado para o interior cearense, em janeiro deste ano, para fugir das autoridades policiais. Imediatamente, os policiais civis e da SAP montaram um cerco no entorno do imóvel, onde ele foi localizado e preso. Na ação, uma pistola calibre 380 municiada com oito projéteis, que estava embrulhada em uma rede, além de um saco com 10 gramas de cocaína foram apreendidos.

Diante dos fatos, o suspeito e o material apreendido foram conduzidos até a Delegacia Regional de Quixadá, onde além do mandado cumprido em seu desfavor, o suspeito também foi autuado em flagrante por integrar organização criminosa, tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. Ele encontra-se à disposição da Justiça.




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.