Com Educação em ascensão, Quixadá da um salto qualitativo no aprendizado dos alunos nos últimos três anos

- por
  • Compartilhe:

A educação é a base para o desenvolvimento de qualquer sociedade e, em Quixadá, esse princípio nunca foi tão evidente quanto agora. Através do trabalho árduo de professores, alunos e do apoio incondicional da Prefeitura, o município celebra o melhor resultado de sua história na avaliação do SPAECE.

O passado como espelho

Entre 2016 e 2019, Quixadá enfrentou seus piores momentos na educação. A falta de um projeto educacional sólido refletiu-se nos baixos índices de proficiência dos alunos. A avaliação do SPAECE, que mede o desempenho educacional através de pontuações em Língua Portuguesa e Matemática, mostrou resultados desanimadores. Naquela época, a educação parecia ser uma ferramenta política mais do que um direito fundamental dos jovens quixadaenses.

Para compreender o progresso atual, é essencial entender como funciona a avaliação do SPAECE. A escala de proficiência varia conforme a série e a disciplina, com pontuações que determinam o nível de alfabetização ou desempenho dos alunos. Por exemplo, no 2º ano, uma pontuação acima de 150 é considerada desejável em Língua Portuguesa. Já no 5º ano, para a mesma disciplina, uma pontuação acima de 225 é vista como adequada.

O presente: uma nova era na Educação de Quixadá

Sob a atual gestão, Quixadá experimentou uma revolução educacional. Em 2023, os alunos do 2º ano ultrapassaram a marca histórica de 240 pontos em Língua Portuguesa, um salto significativo dos 153,6 pontos de 2016. No 5º ano, os resultados também são impressionantes, com os alunos alcançando o nível adequado pela primeira vez, saindo de 191,1 pontos em 2016 para 226 pontos em 2023.

Embora os resultados em Língua Portuguesa sejam motivo de orgulho, a Matemática ainda representa um desafio. No entanto, os últimos dois anos mostraram avanços significativos, com os alunos do 5º ano elevando suas pontuações de 197,5 em 2016 para 240 em 2023. Essa evolução é um indicativo de que, com o apoio contínuo e estratégias eficazes, o nível adequado está ao alcance.

O sucesso atual é fruto de um esforço coletivo. Professores dedicados, alunos empenhados e uma gestão municipal que prioriza a educação são os pilares dessa transformação. A Prefeitura de Quixadá, ao investir em recursos e formação, demonstrou que a educação é uma prioridade e não apenas um discurso político.

Olhando para o futuro

Quixadá, hoje, serve de exemplo para o Sertão Central. Superando municípios que outrora lideravam o ranking educacional, a Terra dos Monólitos mostra que é possível reverter cenários adversos. A lição que fica é clara: com vontade política, investimento e trabalho em equipe, a educação pode florescer e transformar a realidade de uma cidade.

Este avanço na educação de Quixadá é um marco que deve ser celebrado e serve como inspiração para continuar a busca por uma educação de qualidade para todos. É um testemunho do que pode ser alcançado quando uma comunidade se une pelo bem comum, provando que a educação é, de fato, o alicerce para um futuro promissor.

O município vive, hoje, uma realidade completamente diferente da época em que a Terra dos Monólitos estava na mão de governo Petista, onde professores eram desvalorizados, reajustes não eram repassados integralmente. Hoje, o a Secretaria de Educação prepara os alunos para a vida, com foco nos estudos e na qualidade do ensino. Em um passado bem recente, esta mesma secretaria sempre foi utilizada, prioritariamente, como um meio para angariar votos.


Por: Herley Nunes
Email: monolitosquixada@gmail.com




Deixe seu comentário

Os comentários do site Monólitos Post tem como objetivo promover o debate acerca dos assuntos tratados em cada reportagem.
O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.